Pesquisar



Nome: Procura-se Um Marido
Autora: Carina Rissi
Páginas: 476
Editora: Verus
Classificação★★★

Alicia é uma garota de 24 anos que adora sair e curtir uma balada. Seus pais morreram quando era criança e seu avô a criou, cuidou e mimou até sua morte, deixando para trás apenas um testamento.

O avô de Alicia era extremamente rico e tinha medo que a garota não conseguisse sobreviver financeiramente quando ele se fosse, mas também pensava que não tinha a maturidade para administrar seus bens depois de ter sido presa durante uma viagem na Holanda. Porém, ele confiava que ela iria crescer se lhe desse uma chance para que pelo menos pudesse tentar. É por isso que, mesmo após todo o problema que ela possa ter causado, deixara a maior parte de seus bens e dinheiro para ela. Ou quase isso.

Há uma pequena cláusula para que ela tenha acesso ao dinheiro: para receber a herança deve ter no mínimo 1 ano de casada. Alicia, que sequer acredita em casamento, decide arrumar um marido de aluguel e assim driblar a condição injusta imposta a ela.

 “Procura-se um marido para curta temporada. Homem entre 21 e 35 anos, que tenha imóvel próprio e emprego estável, disponível para matrimônio. Boa aparência não é exigida. Apresentação de antecedentes criminais obrigatória. Casamento de aparência. Sexo está excluído do acordo. Paga-se bem no término do contrato.”

Alicia é uma personagem que de inicio não me agradou muito, por ser uma garota imatura, mas dei uma chance a ela e acabou me conquistando. No fundo ela é apenas uma mulher que está aprendendo a conviver com o mundo. Saindo da fase moleca e adolescente sem ter encontrado ainda um lugar fixo para se desenvolver. Uma protagonista que tem tudo para ir em frente, uma tela em branco que a autora soube muito bem como revelar.

Enquanto isso, Max foi simplesmente perfeito: compreensível e presente, um personagem muito agradável e ama a família e trabalha para que eles possam ter uma boa vida.

E foi por causa dessa personalidade incrivelmente cativante que me deparei com comentários ridículos sobre o livro e sobre o fato de que ele nunca poderia ser considerado um “homem” porque “homens” não são sensíveis e compreensíveis. Eu sinto uma real pena dessas mentes fechadas que ainda pensam como se estivéssemos (vou exagerar aqui) na idade média.

“Procura-se um marido” é mais um chick lit da autora Carina Rissi. E eu amo os livros da Carina. Ela tem uma escrita tão leve e engraçada e viciante. A autora desenvolve o romance muito bem. Sem pressa. Com momentos incrivelmente fofos e divertidos que são bem atrativos como os próprios personagens.

“ Você é muita coisa, Alicia – Ele sorriu. – Tantas que ainda não descobri todas, mas tenho certeza de que não é uma pessoa ruim.”

~Talita B.

 


2 Comentários

  1. Eu A-M-O completamente a Carina ♥
    O modo que ela desenvolve os personagens transformando-os, cativando-os.
    Não tem um livro que os personagens secundários que ela cria não entra no coração, fazendo o leitor querer livros sobre eles.
    E não há nada mais incrível que ela fazer isso \o/
    Estou louca para ler "Mentira Perfeita", onde será contada a história do irmão do Max *---* #morrendodeansiedade
    Fora dos futuros livros da série Perdida ♥
    Amei a sua resenha e concordo completamente com você sobre o Max ♥
    http://a-literary-love.blogspot.com.br/
    http://umminutoumlivro.blogspot.com.br/
    http://portalcaneca.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também amo a Carina <3
      Ela escreve livros muito gostosos. Amo perdida. Amo encontrada. Também amei esse livro. Por isso me doi como alguns desvalorizam os livros dela.
      Ansiosa para comprar o terceiro livro da série perdida. :3

      Beijos

      Excluir