Pesquisar

“Nem todos podem ser generais, apenas os que possuem as cinco virtudes: integridade (coerência entre as palavras e as ações), coragem (para tomar decisões firmes e consistentes em momentos críticos), gentileza (respeitando cada integrante da organização e visando seu bem-estar), disciplina (não se deve querer ganhar apenas a gratidão dos demais, deve-se também manter a ordem) e sabedoria (que se traduz em compreender a empresa e o ambiente, ser flexível e não seguir as regras convencionais, e tomar atitudes sempre que necessário). Só com tais virtudes é possível superar as fraquezas que afetam o processo de tomada de decisões: imprudência, insegurança, volatilidade, sensibilidade excessiva a críticas e indulgência.”

Livro: A Arte da Guerra
Autor: Sun Tsu
Páginas: 112
Editora: Record
Classificação: 4/5

"A Arte da Guerra", de Sun Tzu, escrito no século IV a. C., é considerado um dos mais sábios e importantes tratados de estratégia militar. O livro aplica-se à competição e ao conflito geral, em todos os níveis. E contrariando o que muitos podem pensar, o livro fala da arte de vencer uma batalha sem o uso da força, apenas utilizando de estratégias bem elaboradas que, ao finalizar a leitura, te fazem pensar que talvez você consiga dominar o mundo (Só que não).

“Um soberano jamais deve colocar em ação um exército motivado pela raiva; um líder jamais deve iniciar uma guerra motivado pela ira.

Não entendo a intenção de algumas pessoas a começarem a ler esse livro sem entenderem realmente o assunto do qual ele trata. É certo que devemos saber sobre o livro que planejamos ler e não permanecer como um leitor cético.

Esse grande estrategista criou uma leitura procurada por muitos, um clássico, que também pode ser lido para um estudo aprofundado de estratégias ou apenas por curiosidade e, considerando o fato de que eu não esteja planejando invadir qualquer território ou guerrear silenciosamente com ninguém, foi o caminho pelo qual tomei.

Apesar do que muitos dizem, é possível absorver algumas das estratégias de Sun Tzu para o dia a dia, em especial para empreendedores. Mas tenha ciência de que você não conseguirá fazer isso depois de apenas uma leitura, é preciso estudar atentamente suas teorias de guerra.

 “Os que ignoram as condições geográficas - montanhas e florestas - desfiladeiros perigosos, pântanos e lamaçais - não podem conduzir a marcha de um exército.

 “A Arte da Guerra” é um livro interessante e muito bem escrito, que pode ser exatamente o que você precisa ou pode ser uma decepção para um leitor desatento. Não pense nessa obra como um guia fácil para dominação e guerra. Lembre-se de que se trata de um livro escrito HÁ MAIS DE VINTE SÉCULOS e que, por mais óbvio que possa encontrar algumas dessas estratégias, não deve subestimar a sabedoria dos antigos. Respeite a leitura. 


~Talita B.



Deixe um comentário