Pesquisar


Livro: Ser Feliz é Assim
Autor: Jennifer E. Smith
Editora: Galera Record 
Páginas: 400
Classificação: 4/5

“Acho que sua mensagem veio para o endereço errado, mas como também tenho cachorro e fiquei com pena do coitado do Wilbur preso em casa sem passeio, resolvi escrever de volta te avisando...”

A vida — assim como o amor — é cheia de conexões inesperadas e enganos oportunos. Uma ligeira mudança no curso pode gerar consequências surpreendentes. Afinal, às vezes, o desvio, o atalho é o verdadeiro caminho. A estrada que deveríamos ter escolhido desde sempre... Se pelo menos tivéssemos a coragem de fazer do coração nossa bússola.
Graham Larkin e Ellie O'Neill não poderiam ser mais diferentes. O rapaz é um ídolo adolescente, um astro das telas de cinema; uma vida calcada na imagem. O cotidiano constantemente sob o escrutínio dos refletores. Agentes, produtores, RPs, assessores... Já Ellie passou a vida escondida nas sombras, fugindo de um escândalo do passado enterrado em sua árvore genealógica.

Mas, mesmo sem aparentemente nada em comum, os dois acabam se conhecendo — ainda que virtualmente — quando Graham envia a Ellie, por engano, um e-mail falando sobre o porco de estimação Wilbur. Esse primeiro contato leva a uma correspondência virtual entre os dois, embora não saibam nem o nome um do outro. Os dois trocam detalhes sobre suas vidas, esperanças e medos.

Então Graham agarra a chance de passar tempo filmando na pequena cidade onde Ellie mora, e o relacionamento virtual ganha contornos reais. Mas será que duas pessoas de mundos tão diferentes conseguirão ficar juntas? Será que o amor é capaz de vencer — mesmo — qualquer obstáculo? E mais importante... é possível separar ilusão de realidade quando o coração está em jogo?

“Ser feliz é... ver o sol nascendo no porto. Tomar sorvete num dia de calor. Ouvir o barulho das ondas ali no fim da rua (...) E pra você, como é ser feliz?”

O livro começou de maneira muito direta e rápida pelos e-mails trocados entre os dois. Logo no próximo capítulo começa a narrativa lenta. Até o momento do encontro e desencontro dos personagens, o livro manteve-se pouco envolvente. Porém, assim que resolvido a confusão desse choque, a trama finalmente chega a um ritmo constante até o fim do livro.

Os capítulos são narrados em terceira pessoa alternando o foco entre os dois personagens. Ellie e Graham fazem o tipo “casal improvável” quando se pensa na aparência, mas pensando em como realmente são no interior pode-se dizer que formam um par perfeito. De início fiquei surpresa com a idade dos protagonistas, pois esperava por personagens um pouco mais velhos depois de ter lido a sinopse, mas os dois são adoráveis juntos, formando uma aura muito tranquila durante todo o livro. Os personagens secundários não passaram de breves aparições, o que deixa uma impressão um pouco superficial no enredo e se tivesse sido explorados um pouco poderia deixar a leitura mais completa.

“Ser Feliz é Assim” tem uma escrita muito familiar com o outro livro da autora: “A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista”. Uma leitura clichê, mas adorável. Gostoso, fofo e breve, podendo ser lido em apenas um dia. Cheio de romance e com uma pitada de drama familiar.


~Talita Becalli


Deixe um comentário