Pesquisar

Título: A Different Blue
Autora: Amy Harmon
Páginas: 454
Editora: CreateSpace Independent Publishing Platform.
Classificação: 4/5
"- Não há nenhum sentido em fugir do passado. Não podemos jogá-lo fora ou fingir que não aconteceu, senhorita Echohawk. Mas talvez possamos aprender alguma coisa com ele. Você tem uma história interessante, e eu gostaria que me contasse mais."
Blue Echohawk tinha uma história, apesar de não saber seu próprio nome. 
Aos dois anos, foi abandonada por sua mãe no trailer de um estranho que, com o tempo, acabou tornando-se seu pai. Sua infância resumia-se em viajar de um acampamento nativo-americano a outro e ouvir antigas lendas da mesma etnia... Isso, até o dia em que Jimmy, o homem que a acolhera e a dera seu sobrenome, desapareceu. 
Perdida e sem ter para onde ir, acabou sendo acolhida por Cheryl, a meia-irmã de seu suposto pai, até ter aproximadamente dezenove anos - todas as informações pessoais de Blue eram um mistério para a mesma, que teve de recomeçar do zero ao encontrar Jimmy - e decidir começar sua própria vida, buscando por redenção, ou amor, ou qualquer coisa que tornasse o seu feio passado, em algo bonito.
O motivo de tal mudança? Suas aulas de história. Suas aulas, e seu professor, Darcy Wilson, que parecia particularmente interessado na história de Blue, por mais angustiante que fosse.
"O que nós acreditamos afeta nossas escolhas, nossas ações, e posteriormente, as nossas vidas (...) A história é escrita de acordo com o que os homens acreditam se é ou não é verdade. Como o escritor de sua própria história, o que você acredita influencia os caminhos que toma. Você acredita em algo que pode ser um mito? Eu não estou falando sobre as crenças religiosas por si só. Estou falando de coisas que você disse a si mesma, ou coisas que lhe disseram por tanto tempo que você acabou assumindo que são verdadeiras."
"A Different Blue" é um livro rico, tanto em quesito histórico quanto literário. Tendo em vista que a aula de história é um ponto fundamental para o enredo, os primeiros capítulos do romance escrito por Amy Harmon iniciam-se com palestras do professor Wilson que, muitas vezes, terminam com uma leve reflexão, levando Blue a revelar, pouco a pouco, a sua história e seu "passado feio".
Certa vez, li que, para alguns, o "destino não é favorável". Blue é uma dessas pessoas. Mesmo com a busca pela redenção e pela mudança, acaba envolvendo-se em confusões e em incidentes que acabam por arruinar a esperança que a cercava. Seu único consolo é o professor que, com o tempo, acabara tornando-se um amigo - ou algo mais.
A tensão que cerca o enredo elaborado por Amy é tão palpável quanto seus personagens. Os sentimentos são bem elaborados e, apesar de ser escrito em primeira pessoa, conseguimos avaliar e estudar cada personalidade criada por Harmon. O romance entre Darcy e Blue, apesar de movimentar a trama, não é o foco. "A Different Blue" é um livro que reúne tanto história quanto filosofia e literatura, elaborando um passado sufocante para uma personagem que nunca pôde revelar quem realmente era.
"Eu estava cheia de cicatrizes, mas não estava quebrada. Sob minhas feridas eu ainda estava inteira. Sob minhas inseguranças, debaixo da minha dor, debaixo da minha luta, por baixo de tudo, eu ainda estava inteira."
Apesar de não ter altas expectativas sobre o enredo, julgando-o como mais um romance de banca - impressões que a própria capa traz -, preciso alertá-los de que julgar um livro pela capa é o nosso pior erro.
Este romance é profundo e surpreendente, desafiador e inacreditavelmente bem escrito, capaz de nos levar às lágrimas. Há mais em uma garota que não conhece sua própria identidade do que em muitos daqueles que estão certos de sua posição. 
"A vida é tudo o que temos e vivemos como acreditamos em vivê-la. Mas sacrificar o que você é e viver sem crença, é um destino pior do que a morte."
 Daniele Almeida.
PS.: Este livro foi parte da Maratona Literária #EuTodeFérias, sendo minha quarta leitura.
O romance ainda não foi traduzido, não apresentando, portanto, título ou editora nacional.


Um Comentário

  1. Adorei sua resenha! Esse livro é um dos melhores que já li, é tão bem elaborado, profundo, o romance é lindo sem ser apelativo, muito bom!

    ResponderExcluir