Pesquisar

Como já foi mencionado, a primavera é a época de se apaixonar. É quando buscamos, em músicas, fotografias, filmes e livros, o significado de tantos sentimentos que ansiamos por conhecer ou sentir novamente. 
É a época em que nos sentimos verdadeiramente românticos - e com tal palavra, não me refiro aos textos que escorrem açúcar e pieguice, mas sim ao verdadeiro romantismo: aos gestos, às palavras que vêm da alma e ao sentimento de tornar a vida de quem te ama, um pouco mais especial.
Pensando nisso, reunimos sete livros que retratam tal sentimento:

1. Anna e o Beijo Francês, escrito por Stephanie Perkins. 
Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto -que tem namorada. Ele e Anna a se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?
2. A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista, escrito por Jennifer E. Smith.
Com uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade
estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.
3. Simplesmente Ana, escrito por Marina Carvalho.
Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha… Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex. Mudar-se para Krósvia pode ser tentador — deve ser ótimo viver em um lugar como aquele e, quem sabe, vir a tornar-se rainha —, mas ela sabe que não pode contar com o pai o tempo todo, afinal ele é um rei bastante ocupado. E sabe também que Alex, o rapaz que é praticamente seu tutor em Krósvia, não fará nenhuma gentileza para que ela se sinta melhor naquele país estrangeiro. A não ser… A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam. Simplesmente Ana é assim: um livro divertido, capaz de nos fazer sonhar, mas que — ao mesmo tempo — nos lembra das provas que temos que passar para chegar à vida adulta.

4. O Segredo do Meu Marido, escrito por Liane Moriarty. 
Ela virou o envelope. Estava lacrado com um pedaço de fita adesiva amarelada. Quando a carta tinha
sido escrita? Parecia velha, como se tivesse sido anos antes, mas não havia como saber ao certo. Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta que deve ser aberta apenas quando ele morrer. Imagine também que essa carta revela seu pior e mais profundo segredo - algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você encontra essa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo... Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar da pequena comunidade em que vive, uma esposa e mãe dedicada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia - ou uma à outra -, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela. Um romance emocionante, O Segredo do Meu Marido é um livro que nos convida a refletir até onde conhecemos nossos companheiros - e, em última instância, a nós mesmos. 

5. Fiquei com o seu número, escrito por Sophie Kinsella.
A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz... Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone abandonado no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de haver alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir. 
6. O Projeto Rosie, escrito por Graeme Simsion. 
Don é um geneticista de 39 anos que tem sua vida cronometrada, seguindo sempre uma mesma
rotina. Capta as coisas facilmente e é uma das pessoas mais inteligentes que já vi -- seu único problema é com o sexo oposto, e com sua falta de interação com tal. Não que ele não tente, isso é uma das coisas que mais vemos no livro, mas sim que não saiba como fazê-lo adequadamente.
 Sendo assim, tentando encontrar a esposa ideal, lança O Projeto Esposa -- um questionário distribuído em sites de relacionamento e encontros em que ele procura achar a companheira de vida perfeita através de perguntas sobre suas vidas. Porém, as coisas acabam não dando tão certo quanto ele esperava, e se vê de frente a uma pessoa totalmente oposta ao seus ideais: Rosie. Ela é matematicamente analfabeta, desorganizada, fumante, e ainda assim... Don só encontra motivos pelos quais ficar perto dela é uma boa opção.

7. Julieta, escrito por Anne Fortier. 
Julie Jacobs e sua irmã gêmea, Janice, nasceram em Siena, na Itália, mas desde os 3 anos foram
criadas nos Estados Unidos por sua tia-avó Rose, que as adotou depois de seus pais morrerem num acidente de carro. Passados mais de 20 anos, a morte de Rose transforma completamente a vida de Julie. Enquanto sua irmã herda a casa da tia, para ela restam apenas uma carta e uma revelação surpreendente: seu verdadeiro nome é Giulietta Tolomei. A carta diz que sua mãe havia descoberto um tesouro familiar, muito antigo e misterioso. Mesmo acreditando que sua busca será infrutífera, Julie parte para Siena. Seus temores se confirmam ao ver que tudo o que sua mãe deixou foram papéis velhos – um caderno com diversos esboços de uma única escultura, uma antiga edição de Romeu e Julieta e o velho diário de um famoso pintor italiano, Maestro Ambrogio. Mas logo ela descobre que a caça ao tesouro está apenas começando. O diário conta uma história trágica: há mais de 600 anos, dois jovens amantes, Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti, morreram vítimas do ódio irreconciliável entre os Tolomei e os Salimbeni. Desde então, uma terrível maldição persegue essas duas famílias. E, levando-se em conta a linhagem e o nome de batismo de Julie, ela provavelmente é a próxima vítima. Tentando quebrar a maldição, ela começa a explorar a cidade e a se relacionar com os sienenses. À medida que se aproxima da verdade, sua vida corre cada vez mais perigo. 

Quais livros vocês já leram? E quais acrescentariam à lista? :-) 

Daniele Almeida.


6 Comentários

  1. Adicionaria Fangirl <3 Só não li o segredo do meu marido :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não li Fangirl ainda </3
      Façamos uma troca: você lê "O Segredo do Meu Marido", e eu me comprometo com Fangirl! :)

      Excluir
  2. Me sinto envergonhada em dizer que dos sete li apenas dois! Simplesmente Ana e Julieta. Preciso dar um jeito nisso! Ainda mais esse primeiro, Ana E O Beijo Francês, quero muito ler a coleção toda dessa mulher!! *---*
    Todos os títulso anotados ;)
    Bjss <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada de vergonha, Marylinda, a intenção da lista é essa: indicar livros que, apesar de populares, não foram lidos por alguns ainda.
      E veja pelo lado positivo: daqueles que você não leu, nenhum é uma série! Você não precisa se preocupar com compromissos! hehe ;)
      Bjsbjs <3 ;)

      Excluir
  3. Ana e o beijo francês eu já tentei ler 3 vezes e abandonei, oficialmente!
    Pretendo ler em algum momento da minha vida kkkkk simplesmente Ana, o segredo do meu marido.
    Esse Julieta eu me interessei, não me lembro de já ter ouvido falar dele.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Renata!
      Leia Julieta - garanto que você não se decepcionará! O livro reune um pouco de todos os gêneros e, por mais que pareça um tanto "paradão" no início, te conquistará no decorrer das págs.
      Beijão! <3 :)

      Excluir