Pesquisar

Livro: A Lista dos Meus Desejos
Autor: Grégoire Delacourt 
Páginas: 152
Editora: Alfaguara Brasil  
Classificação: 3/5

“Todos os sofrimentos são permitidos, todos os sofrimentos são recomendados; o importante é seguir em frente, é amar.” Le Futur intérieur, Françoise Leroy

Até que ponto o dinheiro traz felicidade?

Jocelyne Guerbette é uma mulher de meia-idade que sempre teve uma vida modesta e pacata. Mora há décadas numa pequena cidade francesa com o marido, tem um armarinho e escreve um blog sobre costura que, sem suspeitar, é cada dia mais lido. Jo tem duas amigas inseparáveis — as gêmeas Danièle e Françoise, donas de um salão de beleza — que sempre apostam na loteria e sonham com o que fariam se ficassem milionárias. Um dia, pressionada pelas irmãs, Jo decide comprar um bilhete. E ganha, sozinha, 18 milhões de euros. Sem saber como lidar com a quantia de dinheiro exorbitante, Jo decide não contar ao marido sobre a fortuna recebida. Ela teme pelo pior: tanto dinheiro recebido de uma só vez possa trazer mais tristeza que felicidade.

“oh, Jo, Jo, se eu ganhasse, se eu ganhasse, você não imagina tudo que eu faria! E hoje, pela primeira vez, pergunto a ela, o que você faria, Mado? Não sei, ela responde. Mas seria extraordinário. Foi hoje que comecei a lista.”

Não posso dizer que Jocelyne não era feliz, mas uma coisa é certa... viver num mundo sem sonhos... sem esperança... o contentamento com a realidade, do modo como ela fez... jamais seria capaz de fazer e jamais conseguiria ser feliz com isso. Uma vida sem sonhos é uma vida vazia. Mas foram exatamente os sonhos que destruíram a sua realidade. Porém, não seus próprios sonhos, os de seu marido.

O livro tem uma temática bem interessante. Sua história é intrigante, mas um pouco enrolada e não é muito envolvente. Além disso, sua leitura é pesada apesar de ser um livro pequeno.

~Talita B.


Deixe um comentário