Pesquisar

 Livro: Nascida à Meia-Noite
Autora: C.C. Hunter
Editora: Jangada
Páginas: 320
Classificação: 3/5

A vida de Kylie não foi a mesma depois da morte de sua avó, e agora com o rompimento de seu namoro com Trey e a separação de seus pais não está ajudando para que ela possa sentir que sua vida é normal.
Entretanto, esses são só os menores de seus problemas, porque agora ela parecia estar tendo alucinações. Um soldado que costuma assombrar os dias da garota e deixando seus pais preocupados.

Depois de ser presa por estar no lugar errado com pessoas erradas foi enviada a um acampamento para adolescentes problemáticos: Shadow Falls. Pouco depois de chegar ao acampamento descobre que seus companheiros são seres sobrenaturais. Vampiros, Lobisomens, Bruxas e Fae’s.
“Ela já tinha uma dor de cabeça. Ela não queria acrescentar “ser torturada” à sua to-do-list.”
De início desejava imensamente sair daquele lugar, mas começará a se afeiçoar às suas colegas de alojamento, Miranda e Della. E agora também tem dois garotos atrás dela. Derek, um fae que possui poderes mágicos, quer a todo custo ser seu namorado e Lucas, um lobisomem com quem ela partilha um passado secreto.
"E isso é o que você ganha rindo de mim." Ele a puxou para cima a poucos centímetros até que seus lábios tocaram os dela. " 
Mas nem tudo são flores, porque agora ela sabe que sua “alucinação” era na verdade um fantasma e ela precisa aprender a se comunicar com ele.

Nascida à meia noite não é um livro muito aberto em conteúdo. A impressão de que tive ao terminá-lo foi de que ele era apenas uma introdução. O que, de fato, no começo não me agradou muito, pois a ideia de ter um livro todo em função disso não é nada encantadora. Mas eu entendi o ponto da autora. Christie não queria deixar que nada interrompesse o desenvolvimento dos próximos livros, e isso de fato foi bom. E mesmo que esse detalhe de início não tenha me agradado, estava curiosa sobre como funcionaria a partir de agora.


Deixe um comentário