Pesquisar

Livro: O Projeto Rosie.
Autor: Graeme Simsion
Páginas: 320
Editora: Record
Classificação: 5/5 (♥)

Garoto está a procura de uma parceira. Garoto conhece garota. Garota se apaixona por garoto. Garoto se apaixona por garoto. O Projeto Rosie teria tudo para ser um livro banal e entediante, se não fosse o fato de não estarmos retratando de uma simples procura por uma parceira, e muito menos de um simples garoto.
Don é um geneticista de 39 anos que tem sua vida cronometrada, seguindo sempre uma mesma rotina. Capta as coisas facilmente e é uma das pessoas mais inteligentes que já vi -- seu único problema é com o sexo oposto, e com sua falta de interação com tal. Não que ele não tente, isso é uma das coisas que mais vemos no livro, mas sim que não saiba como fazê-lo adequadamente.
 Sendo assim, tentando encontrar a esposa ideal, lança O Projeto Esposa -- um questionário distribuído em sites de relacionamento e encontros em que ele procura achar a companheira de vida perfeita através de perguntas sobre suas vidas. Porém, as coisas acabam não dando tão certo quanto ele esperava, e se vê de frente a uma pessoa totalmente oposta ao seus ideais: Rosie. Ela é matematicamente analfabeta, desorganizada, fumante, e ainda assim... Don só encontra motivos pelos quais ficar perto dela é uma boa opção. 
A partir daí, vemos a busca continuar e Don tentar lidar com sua "falta de sentimentos", bem como Rosie, que está colocando sua vida de cabeça para baixo.
De volta a toda velocidade, num Porsche vermelho dirigido por uma linda mulher e ouvindo aquela música, tive a sensação de estar diante do precipício para outro mundo. Reconheci aquele sentimento que, como se precisasse, se tornou mais forte quando a chuva começou a cair e a capota travou e não conseguimos mais subi-la. Era o mesmo que senti ao olhar para a cidade depois do Jantar na Varanda e quando Rose anotou seu telefone para mim. Outro mundo, outra vida, próxima, mas inacessível.
Os personagens são encantadores, cada um a seu modo. Claudia é uma mulher que se sacrifica pelo amor, aceitando o casamento aberto com Gene -- que, por sua vez, é um canalha que, com sua lábia, acaba conquistando os leitores. Don é um cara complicado, irritante por sua falta de tato e não percepção das coisas ao seu redor, porém amável, que tem muitos traumas e acabou aceitando o estilo "eu não me importo" devido a uma sucessão de fatos fundamentais. Como Rosie é estudante de psicologia, eles são devidamente explorados (sem nenhum excesso ou obsessão por tal). 
E falando em Rosie, ela foi a personagem que mais me cativou: Mesmo com todas as complicações que estar com Don implicava, ela ainda estava lá. Seus sentimentos eram conflituosos e a todo momento eram testados por deslizes sociais ou pela canalhice de Gene, sempre tentando juntá-la a Don. É imperfeita? Sim. É insegura? Muito! Mas ainda assim há uma aura de contentamento e certeza ao seu redor que me cativou desde o início.
Sentir! Sentir, sentir, sentir! Os sentimentos estavam atrapalhando minha sensação de bem-estar.
O enredo é leve e descontraído. Apesar de ser bem elaborado, possui uma dinâmica simples e envolvente que nos encanta logo de cara. A narrativa é fluída, e não houve um momento em que não senti o mesmo que Rosie ou Don (apesar de ser narrado exclusivamente pelo segundo)
O Projeto Rosie é um livro maravilhoso, e ideal para aqueles dias em que tudo o que queremos é deixar o CD da Taylor Swift tocar e nos envolver com um bom livro. Super recomendo! 

Daniele Almeida.


Deixe um comentário